quinta-feira, 21 de novembro de 2013

A fórmula mágica

Claro que é uma ironia o título dessa postagem, né? Se houvesse uma fórmula mágica todas nós seríamos magras e pronto.
"Ahhh, mas é só ingerir menos calorias do que gasta no dia" VERDADE
Mas e todas as nossas questões emocionais que nos levam aos exageros? Se a vida fosse simples e matemática assim, seria maravilhoso, mas temos milhões de variáveis que nos levam (ou não) ao sucesso.
O que tenho certeza é que autopiedade não dá resultado nenhum e andei bem apegada à essa emoção nos últimos tempos. Passei a focar no quanto havia emagrecido e comecei DE NOVO a me recompensar com comida. Notório que não funcionou (vide minhas pesagens anteriores) e tive que de novo chegar ao fundo do poço pra me levantar.
VOCÊ ENGORDOU TUDO DE NOVO ENTÃO? Óbvio que não, mas escorreguei razoavelmente pra cima de onde tava. A grande questão é que eu comecei a me achar uma pobre coitada, gorda, que não pode comer o que gosta e é obrigada a fazer exercícios.
Sou essa pessoa? Evidente que não. Eu escolhi emagrecer, é saudável , é pra viver melhor e uma lista imensa de motivos que me levaram a querer mudar o estilo de vida. Não adianta nada morrer de fazer exercício e comer o mundo depois. Além de não emagrecer, ainda engorda.
Outro erro grande que cometi foi começar a resumir emagrecer à estética, pura e simplesmente. Daí, como já emagreci um tanto considerável, é óbvio que me vejo no espelho e acho que estou mais bonita que antes. Esse não é o meu foco e nunca foi, porque por melhor que possamos estar, sempre vai ter alguém pra tentar te colocar pra baixo, inconscientemente OU NÃO. Mas as pessoas só podem colocar a gente pra baixo, se deixarmos.
Mais que retroceder no peso, parei pra pensar no tanto que retrocedi emocionalmente também, fazendo de conta que não estava jogando meus pequenos inconvenientes cotidianos pra debaixo do tapete (nestes inconvenientes se inclui o ganho de peso). Não posso taxar de problema. Problema tem quem está doente e mesmo assim, existem tratamentos. Graças a Deus, problemas não tenho. Tenho algumas pequenas questões não resolvidas na vida, mas tudo se ajeita se eu quiser e agir pela mudança.

É isso.

3 comentários:

JULIANA PAIVA disse...

Como eu adoraria que existisse essa fórmula mágica, mas enquanto não inventam só nos resta muita determinação... bjos

Sereimagraaa.blogspot.com.br

Brunna Duarte disse...

E, no fim, esse é um grande processo de autorreflexão e aprendizado sobre nós mesmas, né, querida?!

Parabéns por saber olhar para si e identificar pontos de melhoria. Não é fácil, não é previsível, não são só conquistas, mas, ainda assim, esse processo de autorreconstrução vale a pena!

Beijos!!

Brunna Duarte disse...

Lindona, dá uma passadinha lá no meu blog?! Falo de vc e do presente lindo que vc me deu! :)

www.dietadasletras.blogspot.com